Alacero prevê aumento de 2% na produção de aço bruto no Brasil em 2018

chapa perfurada

SÃO PAULO  – A Associação Latino-Americana do Aço (Alacero) atualizou as projeções para a produção de aço bruto no Brasil e na América Latina.

Segundo a entidade, o país – que responde por 53% da produção da região – deve encerrar 2018 com alta de 2%, para 35 milhões de toneladas, na comparação anual.

Para a América Latina, a projeção é de crescimento de 3,2% na produção de aço bruto, para 66 milhões de toneladas. Com relação ao consumo aparente de aço, a projeção da entidade é de que 2018 encerre com 68,5 milhões de toneladas consumidos, alta de 1,3%.

Saiba mais sobre chapas expandidas


A produção de aços laminados deve encerrar o ano em 55,9 milhões, alta de 5,6% ante 2017.

As importações de aço devem fechar o ano em 34% do total consumido na região. Entretanto, as importações de laminados atingirão 23,5 milhões de toneladas, queda de 6%, devido ao menor saldo exportador da China.

 

FONTE: VALOR ECONÔMICO